Noticias

ENTIDADES EMPRESARIAIS APRESENTAM ANÁLISE DA PESQUISA COMERCIAL PÓS SÃO JOÃO 2019

Nesta última segunda-feira (08/07), as Entidades Empresariais (ACESAJ, CDL e SINCOMSAJ), através do gerente, Wenderson Brito, apresentou aos presidentes, diretores e convidados da reunião de diretoria, a análise de pesquisa comercial pós São João de Santo Antônio de Jesus.

A intenção desta pesquisa foi ampliar o processo investigativo sobre os efeitos do São João na economia do município, bem como utilizar os dados coletados para a tomada de decisões mais assertivas, com o intuito de levar maiores resultados aos empresários.

Como ponto de partida foi elaborado um questionário online com 08 (oito) perguntas com aspectos comerciais, denominada como pesquisa aleatória simples, um tipo de amostragem.

 Para isto, a estimativa foi de que 100 (cem) empresários de diferentes segmentos de Santo Antônio de Jesus respondessem o questionário do dia 25 de junho ao dia 29 de junho. Ao final deste prazo, 101 (cento e um) empresários tinham respondido o referido instrumento, possibilitando, desta forma, que houvesse a avaliação dos dados, através de uma amostragem.

Na análise dos dados empresariais coletados, pode-se conduzir à construção de algumas considerações preliminares, indicativas de caminhos a serem trilhados em futuras investigações, conforme se verá a seguir.

No que diz respeito aos segmentos que participaram da pesquisa, 62% caracteriza-se por empresas diversas, ou seja, a porcentagem foi diluída desde segmento de loja de departamentos até variedades; 28% está com os segmentos de confecções, roupas e calçados e 10% não responderam. Destes, cerca de 78,2% afirmaram que o São João influenciou nas vendas, sendo que 67,3% consideraram entre ótimo e bom, 26,7% opinaram por regular e 5,9% avaliaram como ruim.

Já no que condiz ao índice de crescimentos das vendas em relação ao mesmo período do ano passado, cerca de 64,3% afirmaram que houve crescimento, que vão desde 1% até acima de 20% de acréscimo. Os que consideram que não houve nem queda, nem crescimento, ficaram entre 22,8% e os que afirmaram que houve queda nas vendas, ficou em 12,9%.

Na análise dos dados no que corresponde ao ticket médio, que pode ser calculado em função do valor monetário das vendas totais de uma empresa divididas pelo número de vendas, a estimativa foi que 47,9% dos consumidores gastaram em suas compras a estimativa de R$10,00 a R$100,00; 22,9% dos consumidores ficaram entre R$101,00 a 200,00; o ticket médio entre R$201,00 a R$300,00, atingiu cerca de 6,3% e acima de R$300,00, alcançou, segundo a pesquisa, 22,9%.

Questionado aos empresários, em sua grande maioria, de qual cidade vieram os clientes que compraram na empresa durante o período do São João, 54% responderam que os consumidores foram de Salvador; 25% afirmaram que os consumidores foram do próprio município; 18% informaram que foram cidades diversas e 3% não souberam informar.

E por fim, os dados revelaram que na opinião dos empresários os segmentos que mais se beneficiaram com o São João 2019 foram: Supermercados (72,3%); Confecções (67,3%); Sapataria (64,4%); Hotéis (46,5%) e Distribuidoras de Bebidas (34,7%).

No campo de sugestões, dentre as diversas pontuações dos empresários, duas que chamaram a atenção foi a da proibição de paredões de som de carro e a criação de um “espaço kids” fora do circuito da festa para as famílias.

Diante dos dados coletados torna-se ainda mais visível que o São João é a festa popular mais celebrada pelos brasileiros depois do Carnaval, fazendo com que acarrete um forte impacto na economia local. Por isso, as Entidades Empresariais estão trabalhando para fortalecer essa importante manifestação cultural como um produto turístico local. Na certeza de que, o São João chega não apenas para alegrar, mas, sobretudo, movimentar a economia.

 

ASCOM - Assessoria de Comunicação do Espaço Empresarial

Contato

© 2018 Espaço Empresarial de Santo Antônio de Jesus . Todos os Direitos Reservados.